Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que somente 9% dos brasileiros conseguem pagar despesas de início de ano com o que recebem.

A boa notícia revelada na pesquisa, é que cresceu o percentual de consumidores que juntaram dinheiro ao longo do último ano para arcar com essas despesas sazonais.

No ano passado o percentual era de 21% , neste ano saltou para 31 %.

A recepcionista Adaltiva Neves, faz parte dessa parcela que economizou para quitar os tributos à vista.

O advogado Leônidas Guimarães Netto, também faz um planejamento ao longo do ano , mas na hora de pagar as despesas extras opta pelo parcelamento, pois, em sua opinião o percentual de desconto, no IPVA por exemplo, é muito pequeno.

Para o educador financeiro, Fabrizio Gueratto, o pagamento à vista, em geral, é mais vantajoso do que parcelamento, pois segundo ele não existe nenhum investimento em renda fixa que concede rendimento maior que os descontos oferecidos para o pagamento a vista dos tributos.