A partir deste domingo, dia 20, entra em vigor o sistema de monitoramento eletrônico de controle da velocidade no trânsito, em Hortolândia.

De acordo com a Prefeitura, foram instalados 38 equipamentos de fiscalização. Deste total, 10 são exclusivos para o controle do limite da velocidade que é de 50 e 60 Km/h. Na Avenida da Emancipação, por exemplo, o motorista vai encontrar os dois limites. A medida não agradou o autônomo Walter de Oliveira.

A coordenadora de loja Marta Lima, concorda com as medidas adotadas pela prefeitura mas, em sua opinião, os limites deveriam ser repensados.

Já o motorista Paulo Henrique concorda plenamente com os limites estabelecido. Na opinião dele as medidas irão reduzir os números de acidades.

Além dos radares eletrônicos exclusivo para o controle da velocidade, foram instalados também 28 equipamentos para a fiscalização do avanço no sinal vermelho e parada de veículos na faixa de pedestres.

Na opinião do pedreiro Elias Bezerra, há um excesso de fiscalização, e as novas medidas não passam, do ele chama de indústria da multa.

De acordo com a Prefeitura de Hortolandia, neste primeiro momento até o dia 20 de fevereiro, o motorista irá receber uma notificação, mas à partir do dia seguinte, quem desrespeitar os limites, parar na faixa de pedestre ou avançar o sinal vermelho será multado e receberá os pontos na Carteira Nacional de Habitação, de acordo com o estabelecido no Código Brasileiro de Trânsito.