O jovem de Limeira, Rykelmo de Souza Viana, 16, é uma das dez vítimas fatais do incêndio que atingiu o Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, zona oeste do Rio, na madrugada desta sexta-feira. Ele jogava na categoria de base do clube e iria completar 17 anos no próximo dia 26.

Na casa do jovem, na rua João Polato Neto, no bairro Cecap, a movimentação de amigos e familiares foi intensa, durante toda a tarde de sexta-feira, em busca de notícias. Depois da confirmação, a tristeza tomou conta do local. Ninguém quis falar com a imprensa.

Os pais do garoto, que são separados, e um tio dele foram para o Rio de Janeiro à tarde e se encontraram com representantes do Flamengo. O meia foi revelado na escolinha do Metalúrgicos pelos irmãos Laudenir e Pedro Lopes. Também passou pelas mãos de Marcelo Gomes no Grêmio e jogou no Independente. Antes de chegar ao Flamengo, defendeu a Portuguesa Santista.

Também aqui da região, o garoto de Americana, Caike Duarte Pereira da Silva, conseguiu escapar do incêndio. Ele contou que sentiu cheiro da fumaça e acordou. Saltou do beliche onde dormia e correu.

As causas do incêndio serão investigadas A suspeita é de que a causa foi um curto-circuito em um ar-condicionado. Seis contêineres interligados serviam de dormitórios.

Além das 10 mortes, outras três pessoas  ficaram feridas e estão internadas em hospitais no Rio de Janeiro.