Após o incêndio no alojamento das categorias de base do Flamengo, no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, que matou 10 jovens e feriu três na sexta-feira, 8, aumentaram as atenções sobre as condições dos alojamentos de categorias de base de outros clubes pelo Brasil.

Em Campinas não é diferente. O Ministério Público de São Paulo instaurou nesta quarta-feira, 13, dois inquéritos civis com o objetivo de verificar as condições dos alojamentos das categorias de base dos clubes de Campinas, com foco não somente na questão da segurança dos locais, mas também nos direitos dos adolescentes, como saúde, educação e convívio familiar. Quem assina a notificação enviada aos clubes são os promotores de Justiça da Infância e Juventude de Campinas, Andréa Santos Souza e Rodrigo Augusto de Oliveira.

Segundo o MP, a tragédia do Flamengo poderia ter sido evitada caso houvesse maior atenção dos responsáveis pelo local quanto ao cumprimento de medidas básicas de segurança e prevenção. Por isso, o Ministério Público irá verificar a documentação de Ponte e Guarani referentes aos alojamentos e centros de treinamento, para checar se estão em dia as licenças e alvarás necessários.

Também serão checados os comprovantes de matrícula escolar e carteira de vacinação dos adolescentes. Não há prazo fixado para apresentação desses documentos. Além do MP, a  Prefeitura de Campinas também deverá efetuar a fiscalização dos alojamentos dos clubes Campineiros nos próximos dias.

Ponte e Guarani possuem cerca de 150 jogadores menores de 18 anos em seus alojamentos. Os atletas da base pontepretana se dividem em dois alojamentos: No Estádio Moisés Lucarelli e também no Recanto da Macaca, em Jaguariúna. O diretor de patrimônio da Ponte Preta, Márcio Pagano, afirma que a documentação está em dia e as condições dos alojamentos são boas. Já a base bugrina fica alojada no estádio Brinco de Ouro, que também apresenta boas condições, segundo o superintendente executivo do Guarani, Marcelo Tasso.

O RB Brasil também será fiscalizado, porém os alojamentos e centros de treinamento do clube são na cidade de Jarinu, não havendo estrutura de base do clube na cidade de Campinas.