A Polícia Civil de Valinhos prendeu na manhã desta terça-feira, 12, em Campinas, um homem acusado de ser o autor de um homicídio ocorrido em julho do ano passado em Valinhos. Na ocasião Lucas Tadeu Soldera Sigrist, de 24 anos, foi morto com três tiros no sítio em que morava, na região do bairro Reforma Agrária.

O acusado, Wagner Aparecido Bertoso dos Santos, de 37 anos, residia próximo ao local, e teria jurado a vítima e toda a família dela de morte por, segundo ele, o pai de Lucas ter assediado a esposa do acusado, o que é negado pela família.

Wagner chegou a ser detido ainda em julho do ano passado, na casa de um parente, no bairro Campo Belo, em Campinas, mas não permaneceu preso. Ele passou a ser considerado foragido da justiça.

Os investigadores do Setor de Investigações Gerais localizaram Wagner na manhã desta terça-feira, 12, na região do Aeroporto de Viracopos, em Campinas. Ele responderá por homicídio qualificado e roubo com uso de arma de fogo, uma vez que ele logo após assassinar Lucas ele assaltou um motociclista, utilizando a moto para fugir do local do crime.