O Fórum de Campinas realiza nesta terça-feira o júri popular dos últimos dois dos sete torcedores da Ponte Preta acusados de matar um torcedor do Guarani em março de 2012.

O julgamento deve começar às 9h30. Os outro cinco réus foram condenados a 19 anos de prisão em regime fechado.

O bugrino Anderson Ferreira, de 28 anos, foi morto após uma rodada dupla de “derbinhos”, no Brinco de Ouro, jogo entre equipes das categorias de base dos clubes.

Nesta terça-feira, são julgados Carlos Daniel Sampaio e Bruno Barros Batista Rodrigues. O juiz responsável é José Henrique Rodrigues Torres, da 1a Vara do Júri de Campinas.