Um homem de 28 anos acabou preso na tarde desta quinta-feira, em Campinas, após ir armado à uma delegacia para registrar uma ocorrência. O detido portava uma pistola ponto 380, além de três carregadores e 57 munições. Ele foi preso em flagrante por porte ilegal de arma.

O homem argumentou que tem autorização para posse da arma, e que ela era para a proteção dele. Porém, ele não poderia sair de casa com a pistola. O detido não tinha passagem pela polícia.

Ele se dirigiu inicialmente ao 1o DP, na região central, para registrar uma queixa de ameaça e perseguição. Mas como a denúncia envolvia uma quadrilha, ele teve de levar a denúncia ao 5o DP no Jardim Amazonas, responsável por investigações do tipo.

Ele contou aos policiais que ele fazia parte de uma quadrilha especializada em golpes em compras e vendas de veículos, que queria deixar a quadrilha, e que passou a ser ameaçado pelos outros integrantes do bando após a decisão.

O homem afirmou que recebeu ameaças e que a execução dele estava marcada para a noite de quarta-feira. Ele conseguiu fugir e tentou buscar ajuda. Na delegacia os policiais perceberam que o homem estava nervoso, e com falas desconexas. Por conta disso ele foi revistado e o revólver foi encontrado na cintura dele.

Também foi apreendido um Citroen C3 que ele dirigia, por conta de irregularidades do veículo.