O vereador Marcelo Silva protocolou na Câmara de Vereadores de Campinas, nesta terça-feira, um pedido de convocação do presidente da Sanasa, Arly de Lara Romêo para que ele possa dar explicações, no legislativo, acerca da citação do nome dele como presidente do Cejam (Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim) na contratação da Organização Social pela Rede Mário Gatti, para o fornecimento de médicos ao Hospital Ouro Verde.

Em dezembro do ano passado, o contrato foi firmado, em caráter emergencial, portanto, sem licitação, por seis meses, ao custo de R$ 1,6 milhão.

Recentemente, o presidente da Sanasa e que também é membro fundador da Organização Social, já afirmou que não vê a necessidade de ir prestar esclarecimentos uma vez que não é o contratante do Cejam e também, não foi ele que assinou qualquer documento. Arly pediu afastamento da presidência da entidade em setembro no ano passado, portanto, há três meses antes da celebração do contrato.

O vereador Marcelo Silva (PSD), autor do requerimento, comentou que são dois fatores que, na visão dele, reforçam a necessidade de o presidente da Sanasa prestar esclarecimentos

O requerimento ainda não tem uma data exata para ir à plenário para votação. Para ser aprovado, precisa de maioria simples dos presentes. Em sendo aprovado, aí, Arly de Lara Romêo, estaria obrigado a comparecer ao legislativo. A denúncia também é investigada pelo Ministério Público.

A Sanasa foi procurada mas até o fechamento da reportagem não enviou um posicionamento.