Professores de português e redação dos ensinos Fundamental e Médio e de cursinhos podem participar da oficina sobre a prova de redação do vestibular 2020 da Universidade Estadual de Campinas. Ao todo são oferecidas 500 vagas. A coordenadora de redação da Comissão Permanente para os Vestibulares, a Comvest, Luciana Quitzau, explica que a ideia é auxiliar os profissionais na orientação aos alunos e explicar ainda quais critérios de correção são adotados.

Além de tirar dúvidas, os docentes também podem expor quais as maiores dificuldades em sala de aula. Tradicionalmente, segundo Quitzau, a leitura e a produção de texto são os maiores problemas apresentados pelos estudantes. O peso da prova de redação é o mesmo neste ano: 20% da nota final, considerando a primeira e a segunda fase. Mas diferente do vestibular anterior, os candidatos terão que escolher entre dois gêneros para escrever só um texto.

A oficina deste ano oferece 20 vagas gratuitas para professores de cursinhos populares. A taxa é de R$ 60 para professores de escolas públicas e ainda alunos de graduação e pós de Letras e Linguística, que também podem participar. Para os docentes de escolas particulares, o valor é R$ 120. Abertas no dia 26 de abril, as inscrições podem ser feitas até às cinco horas da tarde do dia 3 de maio. A atividade acontece em 8 de junho, das 9h às 17h, no campus de Campinas.

Todos os interessados devem fazer a inscrição exclusivamente pela internet, no site www.comvest.unicamp.br. Informações sobre o evento podem ser obtidas por meio dos seguintes contatos: oficina@comvest.unicamp.br e (19) 3521-1784.