Uma pesquisa realizada na primeira quinzena deste mês, em todo o país, por uma empresa especializada apontou que 91% dos consumidores acreditam que os ovos de Páscoa são ou caros, ou muito caros. 8% acreditam que o produto está com preço justo e apenas 1% do universo pesquisado apontou que os ovos de chocolate até que estão baratos.

A reportagem foi as ruas de Campinas e constatou que o consumidor na cidade fica na lista dos que acham os produtos caros. Para a dentista Priscila Marafon, os produtos estão bem mais caro que no passado. A auxiliar de produção Sabrina Alves de Souza também achou os preços bem mais caros que os praticados no ano passado, mas, segundo ela a data não pode passar em branco.

De acordo com o empresário Fábio Ruzene, proprietário de uma industria de chocolate fundada em Campinas à 32 anos, são vários os fatores que explicam o reajuste no preço dos ovos de páscoa. Um deles é a variação do preço do cacau feita em dólar.

Apesar dos preços a expectativas dos lojistas é de aumento nas vendas como é o caso de Marcos Donizette, proprietário de uma loja especializada na área central de Campinas.

Outra justificativa para o aumento no valor do produto é a exigência do consumidor por novidades.  E novidades é o que não faltam no setor.  Há ovos funcionais, para comer com comer e até com ingredientes utilizados na produção de cerveja.

Além dos ovos de pascoa, produtos como os bolos pascais, também fazem sucesso.

Em Campinas,  o Procom fez uma pesquisa de preço e apontou que o produto é encontrado no comércio com variações de até 34,60%. Já entre as marcas de ovos de páscoa a diferença de uma loja para a outra chegou a 50, 21%.