A Justiça determinou que o governo do estado volte a oferecer transporte adaptado para alunos do Centro de Qualificação Profissional da Apae, em Campinas.

A liminar foi expedida pela juíza Silvia Paula Moreschi Ribeiro Coppi, da Vara da Infância e Juventude do município.

Desde fevereiro o serviço não é mais oferecido. A magistrada determinou que a decisão seja cumprida em até 20 dias após intimação. Porém, cabe recurso do estado, que deve apresentar defesa em até 30 dias.

A assessoria do governo afirma que não foi notificada. Em fevereiro, quando o transporte foi cortado, o estado informou que o serviço era concedido apenas a alunos matriculados e que frequentam unidades da rede ou instituições conveniadas.