O hipopótamo Paulão, morador do Parque Ecológico Armando Müller, na região central de Paulínia, morreu na manhã desta sexta-feira. Ele tinha 25 anos e estava há 20 anos no recinto.

Há cerca de dez dias, o animal já vinha tendo acompanhamento de uma veterinária depois que começou a recusar qualquer alimentação. Nesta quinta-feira, ele chegou a ser avaliado por um veterinário especialista em animais de grande porte.

Não foi possível fazer o diagnóstico da causa da morte do animal e o resultado da necropsia deve ficar pronto em 60 dias.

Antes de ficar doente, a Prefeitura de Paulínia informou que o animal estava sendo alimentado de forma adequada e era monitorado, regularmente, por uma equipe com biólogo, veterinário e tratadores.

O Parque Ecológico de Paulínia está fechado ao público desde maio de 2014.