Um carro foi “engolido” por uma cratera na Vila Madalena, em Campinas, no início da noite desta terça-feira, 21. O incidente ocorreu na esquina da Avenida Carlos Grimaldi com a Rua Antônio Maurício Ladeira. O problema teria sido causado pelo vazamento de uma subadutora, porém, a Sanasa ainda não confirma a informação.

O comerciante Manoel Moreira tem um estabelecimento em frente ao local do afundamento, e relata o incidente da noite desta terça-feira. “Uma senhora foi, virou ali, e o carro já afundou. As pessoas colocaram sinalização, mas acho que ela não viu, virou e caiu ali dentro”.

A faixa da direita da Avenida Carlos Grimaldi no sentido bairro está fechada, assim como três quarteirões da Antônio Maurício Ladeira. A Sanasa realiza obras no local para tapar a cratera e solucionar o problema do vazamento. Por volta das 9h desta quarta-feira, 22, era possível ver a água descendo pela avenida.

Trecho que fica um quarteirão acima do local do afundamento passou por obras na semana passada

O trecho passa constantemente por obras da Sanasa. Na semana passada a rua Antônio Maurício Ladeira teve obras na subadutora entre terça-feira, 14, e sexta-feira, 17, em um trecho que fica quarteirão acima do local do afundamento desta terça-feira, conforme relata a costureira Maria Aparecida, moradora da rua Antônio Maurício Ladeira, que classificou o problema de ontem como o pior que viu no local. “O mais grave né, porque acabaram de fazer e o negócio afundou (…) acabou de fazer, não tem nem um mês ou dois que fizeram ‘lá embaixo’, e eles estão sempre mexendo aqui”

Renato Ferreira tem um comércio próximo ao local dos problemas, e confirma que a Sanasa realiza obras no local frequentemente, mas diz que não costuma ter interrupção no abastecimento de água. “Recentemente várias vezes, eles arrumam, arrumam, e sempre dá problema. Água não sinto falta, mas o problema é o trânsito que fica confuso, toda hora interdita a avenida, a gente tem tido problema pois clientes não conseguem parar”, relata.

Questionada por nossa reportagem, a Sanasa afirma que os técnicos ainda estão verificando a causa do problema, que as obras para tapar o buraco e recapear a via devem ser concluídas na tarde desta quinta-feira, 23, e que não há moradores com abastecimento interrompido por conta do problema.

Quanto a recorrência dos problemas no local, a Sanasa informa que ocorreram alguns rompimentos na subadutora, e foi justamente para solucionar definitivamente o problema que a Sanasa iniciou, no fim do ano passado, a substituição de um quilômetro de rede. Mas não há previsão de conclusão dos trabalhos.