O som mágico do grupo Uakti

0
979

Segundo  lenda  da etnia indígena   Tukano   que vive  as margens de um  afluente do rio Negro , Uakti  um ser mágico de forma humana, sedutor de mulheres, foi capturado e morto por ciúmes  dos homens da tribo. No lugar onde foi enterrado, surgiram 3 palmeiras e de seus caules, instrumentos foram feitos e os sons mágicos desses instrumentos eram iguais aos produzidos pelos buracos do corpo de Uakti, por onde o vento passava quando ele corria.Tempos  depois, mais precisamente em 1978, músicos de Belo Horizonte se reuniram  para experimentar os exóticos instrumentos construídos por Marco António Guimarães e dessas reuniões nasceu o grupo musical Uakti.  Eles  gravaram vários  trabalhos  e tocaram com, Maria Bethânia, Philip Glass,  Paul Simon e  Milton Nascimento, entre outros.

 

Marco Antônio pesquisa e construção de novos instrumentos

 

Canos de pvc, borrachas para acabamento na construção civil, panelas e outros materiais nada convencionais ao serem combinados    produzem  sons incríveis que  são   arranjados com   escala  harmônica e melódica. Divididos em 5 categorias fundamentais : aerofones, eletromecânicos, idiofones, cardofones e membranofones, essa classificação é aceita no meio acadêmico do mundo inteiro.

 

Instrumentos Uakti Marimba de Vidro

 

Uakti Trilobita

 

Grande Pan

 

Além de Marco António, o grupo Uakti que encerrou suas atividades em 2016  também contava com   : Paulo Sérgio dos Santos na percussão,  Artur Andrés Ribeiro na flauta e instrumentos de sopro  e Décio de Souza Ramos também na percussão. Com formação erudita eles  desenvolveram toda um método   de performance para se tocar esses inusitados  instrumentos.

 

Grupo Uakti formação Erudita

 

Marco Antonio Guimarães também já compôs  para o cinema com a  execução do grupo Uakti  como em Lavoura Arcaica e para  as coreografias do grupo Corpo . E em 2009   o grupo também participou das gravações para  a   trilha sonora do filme  Ensaio Sobre a Cegueira de Fernando Meireles projeto  baseado no clássico livro homônimo do escritor português José Saramago que morreu  em 2010.

 

Trilha sonora para ambientar o universo de Saramago

Com  37 anos  de  atividade ,  13 discos lançados ,  um DVD  e diversas apresentações pelo Brasil e o mundo  o grupo Uakti nos  presenteou  com uma  sonoridade eclética que passava por composições próprias, releitura de  clássicos da música erudita e MPB  e até  interpretações de canções dos Beatles.

 

Instrumentos musicais feitos a partir de materiais alternativos. Essa é a proposta do grupo Uakti. Acompanhe   nesta edição do Música é Cultura.

 

 

entre em contato

musicaecultura@cbncampinas.com.br

produção

Walmir Bortoletto

edição

Paulo Girardi