A nova gestão do parque Hopi Hari, em Vinhedo, descartou nesta quinta-feira a possibilidade de reabrir o brinquedo Torre Eiffel, fechado desde 2012 após a morte de uma adolescente. 

A informação foi confirmada pelo atual presidente do parque de diversões, Alexandre Rodrigues.

De acordo com ele a reabertura da torre é “inviável”, pois, além das  ações de marketing seriam necessários cerca de US$ 500 mil dólares para recuperar a estrutura.

O antigo gestor do parque, José David, havia afirmado em mais de uma ocasião que tinha planos de reabrir a atração, um elevador com 69 metros de altura. 

No começo deste mês, José David foi retirado do cargo por decisão de acionistas do parque.

Na época, a retirada gerou protestos de trabalhadores e foi apaziguada após um acordo na Justiça do Trabalho.

Segundo os dados da nova administração, atualmente o Hopi Hari recebe uma média de 4 mil visitantes ao dia.

No auge, em 2012, o parque recebia cerca de 20 mil visitantes por dia.