O crescimento da criminalidade contra o comércio e a indústria no Brasil está abrindo espaço para tecnologias utilizadas contra o terrorismo. De acordo com o especialista em segurança, Marco Barbosa, equipamentos usados no exterior para combater o terrorismo estão sendo cada vez mais procurados no Brasil, só que para serem usados contra a violência urbana.

Marco explica que na região de Campinas, os assaltos que já ocorreram em empresas de valores e de tecnologia, por exemplo,  poderiam, dependo do caso, ter ser evitados. Um estudo realizado este ano pelo Atlas da Violência e divulgado pelo Ipea, revelou que o preço dos produtos e dos serviços pode aumentar até 30% por causa dos gastos relacionados à segurança.

Mas, para o especialista, existe um contraponto que compensa o valor do equipamento, que é a consequente redução no valor do seguro para os que utilizam esse tipo de proteção. Para Marco Barbosa, essa solução pode ser considera uma das poucas esperanças para reduzir o impacto do alto índice de violência no Brasil. Segundo uma Pesquisa Nacional realizada pela Associação Brasileira de Empresas de Segurança Eletrônica, 95% do mercado do setor deve lançar novos produtos.