Foram 30 mil mamografias, 6,6 mil ultrassons de mamas, 18 mil exames de papanicolau e 1,3 mil colposcopias nos dois primeiros anos do Hospital de Amor, que fica na Avenida das Amoreiras, no Parque Italiá, em Campinas.

Em 24 meses, a instituição, vinculada ao Hospital do Câncer de Barretos, fez 225 diagnósticos de câncer de mama. Os números não envolvem somente a unidade fixa, mas também as duas carretas móveis que circulam pela cidade.

A enfermeira responsável pela unidade, Thayla Cobacho, ressalta que o trabalho é importante, principalmente pela chance de cura se a detecção for rápida. O desfecho positivo envolvendo o câncer de mama, por exemplo, é de 95%.

Os locais de Campinas estão abertos de segunda à sexta-feira, das 7 às 17h. Para realizar o exame, basta agendar em um centro de saúde. Os exames podem ser feitos no Parque Itália, na UBS Tancredo Neves e no portão 7 do Taquaral.

Conforme dados do Instituto Nacional de Câncer, o Inca, o câncer de mama e os tumores ginecológicos são as doenças que mais acometem as mulheres no Brasil. No primeiro caso, é o segundo tipo mais incidente da doença no País.