Um senhor de 73 anos morreu atropelado na manhã desta quinta-feira e um jornalista ficou ferido durante um ato de famílias da Ocupação Marielle Vive em Valinhos. Luís Ferreira foi socorrido, mas já chegou sem vida ao Hospital.

O Comandante da Guarda Civil de Valinhos, Sidinei Aureliano, informou que, de acordo com testemunhas, um homem com uma caminhonete em alta velocidade avançou o veículo contra os manifestantes. A Polícia busca imagens em câmeras de vigilância para tentar identificar o responsável pelo atropelamento, que fugiu do local.

De acordo com Tassi Ribeiro, da coordenação do MST, no momento do atropelamento, as famílias entregavam à população alimentos produzidos no acampamento e de forma pacífica pediam aos órgãos públicos o fornecimento de água para a ocupação.

O cinegrafista sofreu ferimentos na cabeça e escoriações pelo corpo. Foi socorrido numa Unidade de Pronto Atendimento, onde passou por exames e foi liberado algumas horas depois. A Ocupação Marielle Vive, que existe desde 14 de abril de 2018, abriga cerca de mil famílias e está localizada na Fazenda Eldorado.