A Polícia Civil de Valinhos prendeu no fim da tarde desta quinta-feira um homem suspeito de ter matado um idoso de 73 anos que estava em uma manifestação do Movimento Sem Terra, em Valinhos. O crime aconteceu no período da manhã, quando os manifestantes fecharam a estrada do Jequitibá. O grupo pertence ao acampamento Marielle Vive, que conta com cerca de mil famílias que vivem na área ocupada próxima a estrada.

Logo após o fechamento da via, um motorista em uma caminhonete acelerou e furou o bloqueio, atropelando várias pessoas. Entre elas estava Luiz Ferreira da Costa, de 73 anos, que não resistiu e morreu enquanto era socorrido por uma ambulância. O suspeito foi identificado através de imagens feitas pela câmera de um ônibus que estava perto da manifestação. Após a abordagem em Valinhos, Leo Luiz Ribeiro confessou o atropelamento, foi preso e encaminhado à cadeia anexa ao segundo distrito policial de Campinas. Além da vítima fatal, um jornalista que fazia imagens da manifestação também ficou ferido. Ele foi encaminhado ao hospital com ferimentos leves, mas já foi liberado e passa bem.