O vereador de Campinas, Nelson Hossri, do Podemos, quer criar bolsões pelo município para entregadores de aplicativos, como Uber Eats, iFood e Rappi. A proposta que começou a tramitar na Câmara propõe que motociclistas e ciclistas tenham espaços adequados para estacionar e aguardar os pedidos.

Para o autor do projeto, a ideia é dar mais conforto e dignidade aos trabalhadores, mas também evitar outros tipos de problemas pela cidade. Entre eles, a existência de pontos informais de parada em ruas e calçadas, que acabam atrapalhando o trânsito, ou a passagem de pedestres e moradores.

O texto prevê que a área específica seja delimitada através de sinalização e demarcação horizontal, com pintura na via, a exemplo dos pontos de táxi. Com isso, o objetivo é erguer também abrigos próximos a esses bolsões, para que possam oferecer sanitários e locais e bancos adequados para descanso.

Ao ouvir o teor do projeto de lei, os entregadores ouvidos foram unânimes e aprovaram a iniciativa. Wellington Lopes cita as dificuldades do cotidiano. Enquanto aguardava em um local do centro que costuma ter aglomeração de motociclistas, citou a falta de banheiros e vagas como maiores dificuldades.

Ainda de acordo com a proposta, os entregadores deverão também fazer um cadastro na Prefeitura. Para isso, os dados das empresas podem ser usados. Além disso, estabelece que a parada fora dos bolsões implicará em multa administrativa no valor de até 200 UFICs. Ou seja, R$ 705,24. Se avançar nas comissões e passar nas votações, a medida vai para sanção do prefeito antes de seguir para a regulamentação das pastas responsáveis.