Conheça o som de Edgar Winter

Longe de ser um dos nomes mais lembrados quando o assunto é rock, Edgar Winter faz parte daquele grupo de artistas que contribuem com trabalhos de qualidade, mas sem o reconhecimento do grande público. Liberdade para experimentar. Assim pode ser definida a carreira do homem que canta, compõe, toca piano, sax e percussão, tudo isso sem a preocupação de alcançar paradas de sucesso ou de vender milhões de cópias. E com essa tranquilidade, os primeiros discos de Edgar Winter, lançados no começo da década de 70, foram bem procurados e atingiram boas marcas, e neles é possível perceber a influência do jazz e do blues, mas sobretudo, a força do rock.

Edgar Winter sempre esteve cercado de músicos competentes na hora de gravar e fazer shows, isso inclui o irmão, o renomado guitarrista de blues Johnny Winter. Os dois começaram juntos em grupos amadores no estado norte americano do Texas e participam regularmente um do trabalho do outro. E a camaradagem não se restringe a família, pois é comum ouvir músicas de Edgar inteiramente cantadas por integrantes da banda.

A habilidade de Edgar Winter nos teclados e sintetizadores fez com que ele fosse convidado para o projeto All Star Band, onde músicos acompanham o baterista Ringo Starr mundo afora, em apresentações que incluem, é claro, músicas dos Beatles, mas também abrem espaço pra carreira solo de todos que estão no palco.

Deixando de lado algumas gravações com sons espaciais relacionados a ficção científica, e outras com forte influência do pop no final dos anos 70, Edgar Winter merece ser lembrado na história do rock, afinal, mesmo sem tocar guitarra, esse multi instrumentista ajudou a fortalecer um gênero que está sempre passando por transformações.

Confira esta edição

 

entre em contato

musicaecultura@cbncampinas.com.br

produção

Walmir Bortoletto

edição

Paulo Girardi