A Justiça Eleitoral deferiu a candidatura de Du Cazellato da Coligação “Paulínia com Atitude” para a eleição suplementar que vai acontecer no próximo dia 1º de setembro. Ele é o último candidato a ter o pedido aceito pela justiça. Com isso, os paulinenses terão nove possibilidades de escolha no dia da eleição.

No despacho, a juíza eleitoral Marta Brandão Pistelli disse entender que a escolha dos candidatos a Prefeito e Vice-Prefeito se deu em regular convenção partidária, inexistindo razão para o indeferimento da candidatura.

As candidaturas de Du Cazellato – prefeito e Paulo Camargo Junior (“Sargento Camargo” ) – como vice-prefeito estavam suspensas devido a um pedido do PSL, partido do candidato Capitão Cambuí, sob o fundamento de que o candidato da coligação impugnada foi escolhido em convenção fraudada, não oficial.