Moradores de vários bairros de Campinas estão com dificuldades para receberem correspondência pelos Correios. Isso porque existe uma classificação da empresa das chamadas áreas de risco, um mapeamento que aponta o aumento dos índices de roubos. E quando a encomenda não chega, resta aos cidadãos ter que ir buscar seus pertences na central, que fica no Jardim do Lago. O problema fica ainda maior, porque o atendimento na unidade deixa a desejar, fazendo com que as pessoas aguardem horas na fila.

Ruth Gardin mora no Parque Itajaí e sofre com a ausência dos Correios há seis anos. Nesta semana, ela pagou R$ 60 no Sedex 10 para receber em casa um documento. Para sua surpresa, a encomenda não chegou e ela ainda teve dificuldade para retirar o envelope no Jardim do Lago. Na central do Jardim do Lago, Edmar Rocha aguardava atendimento e reclamou da estrutura oferecida para a população. Lúcia Monteiro da Silva disse que o número de profissionais é pequeno para atender a população.

Os Correios informaram em nota que no Centro de Entregas do Jardim do Lago, o tempo médio de espera é de 10 minutos. Na unidade, que conta com seis guichês de atendimento, além dos empregados, aptos a prestar as informações necessárias aos clientes, há um supervisor dedicado para esse tipo de atendimento. Sobre a situação no Parque Itajaí, a empresa informou que precisa checar o caso especificamente.