Santa Bárbara d’Oeste confirmou a primeira morte do ano em decorrência da gripe H1N1. A vítima é uma mulher de 40 anos que morava no Jardim Esmeralda e morreu em 14 de julho.

O laudo comprovando a causa foi concluído nesta semana. A família da vítima não soube informar se ela havia tomado a vacina contra a gripe durante a campanha de vacinação.

A cidade tem outro caso de H1N1 confirmado, cujo paciente não faleceu. Outros seis casos seguem em investigação, e há confirmações de dois casos da gripe H2N3.

Além de Santa Bárbara, na região, Limeira e Nova Odessa também têm mortes confirmadas por H1N1 em 2019. Limeira registrou ainda uma outra morte, por Influenza A.