Uma confusão na madrugada do dia 06 de setembro, deixou uma usuária revoltada com o atendimento no Pronto Socorro do Campo Grande, em Campinas. O caso repercutiu apenas nesta quarta-feira, por causa da divulgação de um vídeo feito pela mulher que acompanhava o atendimento do tio. O homem procurou a unidade de saúde com dores abdominais e segundo a acompanhante, o atendimento não foi satisfatório, já que o diagnóstico teria sido inconclusivo.

Revoltada, a mulher começou a gravar um vídeo com o celular e o médico de plantão mandou beijos para a câmera, antes de se retirar do local. Após a confusão, o homem deixou o Pronto Socorro do Campo Grande sem resolver o problema e ainda sentindo as dores abdominais. No dia seguinte, a família procurou um médico particular, que diagnosticou o caso como pedra na vesícula. A secretaria de saúde de Campinas informou que a Rede Mário Gatti está investigando a ocorrência. A apuração teve início nesta segunda-feira e está em andamento. Após esse processo, a Rede vai analisar as medidas que podem ser tomadas por vias administrativa ou jurídica.