Campinas vai passar a cobrar taxa para determinados tipos de eventos acontecerem na Estação Cultura. Isso acontece após um decreto publicado nesta quarta-feira, aprovando a regulamentação do uso do local. A medida passa a valer no dia 1o de novembro.

Segundo o Secretário de Cultura, Ney Carrasco, a cobrança vale para eventos que não atendem às necessidades do município, como propostas privadas, que gerem recursos.

O decreto está disponível no Diário Oficial do Município. Segundo o secretário, a Prefeitura trabalhava há muito tempo na regulamentação, e agora conseguiu a liberação, já que a União entregou provisoriamente a Estação Cultura à Prefeitura, por tempo indeterminado.

Não foi estimado o valor que será arrecadado com a medida. Os recursos serão destinados ao Fundo de Assistência à Cultura, e podem ser utilizados na própria Estação Cultura, que passa a ser prioridade por gerar verba.

Eventos que já estavam agendados para este ano devem passar por nova análise.