Will Smith enfrenta a si próprio em ficção científica

O que você faria se enfrentasse a si mesmo, só que em uma versão mais jovem e bem treinada? É essa a situação que Will Smith encara em “Projeto Gemini”, no qual interpreta um assassino profissional que trabalha para o governo americano. Prestes a se aposentar, o experiente Henry Brogan começa a ser caçado pelo próprio clone e precisa contar com o que sabe para revelar um grande segredo.

E falando em experiência, a premiada Nicole Kidman também está em cartaz. Em “O Pintassilgo”, ela é a responsável pelo abrigo que recebe um jovem órfão. O adolescente Theodore Decker chega ao local depois que a mãe morre em um atentado terrorista no Museu Metropolitano de Arte de Nova York. O drama trata de luto e redenção e é baseado no livro de Donna Tartt, que levou o Pulitzer após 30 semanas entre os best-sellers do The New York Times. Após grande tristeza, o jovem enfrenta o vazio e busca esperança, mas encontra amparo em um quadro e em pessoas com que cruza pelo caminho de dor.

Também tem estreia de filme nacional neste fim de semana. Daniel Oliveira é o protagonista em “Morto Não Fala”. Ele é um legista que tem o dom inexplicável de falar com os mortos. Até que um dia acaba ouvindo de um dos cadáveres uma confidência que influencia diretamente sua vida.

No streaming, começando pela Netflix, a terceira temporada de Riverdale chega ao catálogo, que também recebe o acréscimo de um reality show original. “Ritmo + Flow” acompanha um grupo de artistas desconhecidos que tentam chegar ao estrelato do hip hop norte-americano com a ajuda de estrelas. No elenco, nomes como Cardi B, Chance the Rapper e T.I.

Na Amazon Prime Video, o que chama a atenção é a liberação massiva de filmes da Disney desde o início deste mês. A lista é extensa e conta com alguns clássicos. Entre eles, os três primeiros Toy Story e parte do universo Marvel.